Bruno Coimbra
Advogado especializado em educação
Assessor Jurídico da ABMES

***

Passamos por uma grande reformulação regulatória em 2017. Decretos, portarias, padrões decisórios, instrumentos de avaliação, diversas diretrizes importantes publicadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). Um imenso amontoado regulatório que vinha sendo digerido pelas instituições de ensino superior (IES) de modo que pudessem levar a cabo seus planos de desenvolvimento institucional em conformidade com seu projeto pedagógico.

É consenso no setor educacional que, depois de cumprir o “básico” da regulação, sobra pouca energia para inovar, empreender, diversificar, criar fora da “caixinha” regulatória que nos é imposta. Isso afeta todas as instituições do sistema federal de ensino, mas as pequenas e médias sempre sofrem mais, uma vez que seu custo de conformidade é proporcionalmente muito alto se comparado àquelas que têm escalabilidade na sua operação.

Leia mais »

 

Janguiê Diniz
Vice-presidente da ABMES
Fundador e Acionista Controlador do grupo Ser Educacional
Presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo
***

Se há algo “positivo” nas crises, é que elas sempre forçam evoluções. Quem quer resistir a esses momentos críticos precisa se adaptar, criar novas alternativas, buscar se destacar. Tudo isso de forma muito rápida. Se já se falava há muito tempo da importância da inovação, hoje ela deixou de ser diferencial para se tornar fator essencial para a sobrevivência de profissionais e empreendimentos.

É nos momentos de grandes rupturas, como o atual, que ganham destaques os verdadeiros empreendedores e, consequentemente, os empreendimentos de sucesso. Se dizem que empreender é como se jogar de um penhasco e construir um avião durante a queda, em meio a uma crise, é como trocar o pneu com o carro em movimento. Muitas empresas – ou todas – foram pegas de surpresa pela pandemia e precisaram se adaptar muito rapidamente. As que já tinham planos de contingência ou eram habituadas a pensar de forma inovadora tiveram mais sucesso. A transformação digital foi primordial nesse contexto: com a interrupção das atividades econômicas presenciais, quem estava presente ou entrou no mercado online conseguiu um fôlego financeiro maior. Leia mais »

 
Gabriel Mario Rodrigues2

Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
***

“A educação escolar necessita assegurar novas aprendizagens, com prioridades de avaliações consistentes, frutos de desafios curriculares próprios da educação contemporânea, com transparência das ações da escola.” (Prof. Vasco Pedro Moretto)

Há muitos institutos e fundações que desenvolvem iniciativas de realce em prol a educação brasileira. Registramos ao final do texto[i] algumas entidades que fazem um belo trabalho de incentivo para que nossos estudantes aprimorem suas competências.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics